@ papelada

@ Outubro 2009

@ Setembro 2009

@ Agosto 2009

@ Julho 2009

@ Junho 2009

@ Maio 2009

@ Abril 2009

@ pesquizadela
 
@ fresquinho

@ Baio Baio.

@ NERVOS

@ Changing live feels so go...

@ Before Sunrise.

@ Idolos, antro de parolos,...

@ Au Revoir Simone Again.

@ Xilme.

@ Eme Gê Eme Tê

@ oiiii!! hihihi :p

@ Inéz homes.

@ linkis
@ calendário
@ muláncia
Sábado, 16 de Maio de 2009
Crises Existênciais vs. Colegas Ocos.

CRIIIIISE!

 

 Na vespera de uma tarde bem passada com um amigo num cimo de um degrau com relva, associamos vida a crise, nesse dia declarei-o um bom desenhador de revolta e comédia. Isto tudo para vos dizer que foi durante esse fim de tarde que lhe contei o sussedido:

 Estava eu numa aula de (F.I.), Formação Integral disciplina que integra no meu curso de Audiovisuais, quando a minha professora nos entrega uma folha branca e nos pediu para representarmos ali, seja de que maneira for o momento mais feliz da nossa vida.

 Todos os meus colegas não fizeram nem mais nem menos do que "chapar" lá uma "porra" qualquer relativa à ida a um jogo de futebol, o primeiro beijo e coisas OCAS do género. Eu porém que achei a actividade deveras interessante decidi representar por escrito o momento em que percebi o que significava a vida, a religião e a morte para mim.

 A minha professora a quem cativou o meu trabalho pediu delicadamente que eu me explica-se melhor, e assim o fiz.

 Quando me saio com a expressão "Eu nasci aqui e não sei o que isto é!", o aglomerado populacional de pessoas com escassas posses de inteligência soltaram uma gargalhada farfalhuda geral, e eu fiquei dada como a burra da história!

 Quando questionei os meus colegas sobre aquela triste cena a resposta foi: "Lembraste-me os apanhados!".

 Com isto vos digo, nunca comparem os valores morais de uma pessoa a um bloco de apanhados, é ridículo...

 

See you,

Zirtaeb.

publicado por (nickanome) às 20:07
linki | manda aí um bitaite | gostaste foi?